Deputado líder do governo diz que estado não tem recursos para atender servidores da educação em greve em MT

Fonte: G1 MT

O quadro Papo das Seis, do Bom Dia Mato Grosso desta quinta-feira (11) recebeu o deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM). Líder do governo na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o deputado alega deficit financeiro e diz que governo não tem recurso financeiro para atender reivindicações de servidores da educação que estão em greve há quase 2 meses.

Além de reivindicar os pontos cortados, os servidores querem uma proposta concreta do governo com relação ao pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) e o aumento salarial previsto em lei.

Dal Bosco diz que a ALMT tenta negociar para que as reivindicações dos servidores sejam pagas de forma parcelada.

“Estamos acumulando [dívidas] com dificuldade. Não tem entrada de recursos financeiro que possa suprir o deficit financeiro. O aumento [exigido] pelos servidores da educação [seria de] R$ 200 milhões com encargos”, declarou o deputado.

Para ele, o estado já vem de uma crise financeira há anos. Dal Bosco lembra que em 2018 a crise afetou as atividades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e os Hospitais Regionais no interior do estado.

“O governo não está pagando [o salário] em dia, além disso, como em anos anteriores, se pagava o 13º nos aniversários, o que não ocorre mais”, finalizou.