Arroba do boi em Mato Grosso segue com maior alta em 10 anos e IMEA recomenda ‘cautela no ânimo’

Fonte: Só Notícias

O bom ritmo das exportações de carne somado à redução de oferta de animais, tem influenciado na alta dos preços da arroba do boi gordo em Mato Grosso tanto que a média de outubro (até dia 25) foi recorde:R$ 144,74/@, a maior em termos nominais desde 2008, quando iniciou a série do IMEA (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária).

“No entanto, quando se analisam os valores em termos reais, ou seja, quando se tira o efeito da inflação, essa realidade não é a mesma, uma vez que em relação aos patamares do mesmo período de 2015 a arroba está 6,30% menor”. O IMEA acrescenta que, mesmo com a tendência de alta nos próximos meses -caso este cenário favorável perdure – ainda assim é preciso cautela no ânimo por parte dos pecuaristas, visto que os preços não estão no seu auge, ‘valendo menos’ em relação ao passado. E ainda há o risco de ocorrerem fatores externos que alterem a tendência de valorização no curto prazo, como uma ‘carne fraca’, acrescenta o instituto, em seu boletim semanal, divulgado esta tarde.

“Com a demanda externa seguindo em ritmo acelerado e a oferta de gado cada vez mais restrita, as cotações do boi e da vaca gorda fecharam a semana passada com média de R$ 147,04/@ e R$ 137,73/@, com valores máximos de R$ 148,50/@ e R$ 139,11/@, respectivamente”, conclui.