Central de Transplantes de MT pode fazer até 6 cirurgias por mês, diz coordenadora

Fonte: G1 MT

A Central de Transplantes de Mato Grosso tem a capacidade para realizar entre quatro e seis cirurgias por mês, segundo a coordenadora da instituição, Fabiana Molina. Ela foi entrevistada no quadro Papo das 6h, do Bom Dia MT, nesta quinta-feira (20).

Recentemente, uma cirurgia para retirada de órgãos foi realizada após a interrupção de 10 anos no serviço no estado.

“Quando medimos essa capacidade, temos que levar em conta uma série histórica. Ficamos 10 anos sem fazer o serviço, então não temos esses dados para fazer essa avaliação. Porém, a instituição está preparada para fazer entre 4 e 6 transplantes”, explicou.

Os números, entretanto, dependem da efetivação das cirurgias de retirada e das doações de órgãos.

“A central está trabalhando desde meados de 2016 em atividades de capacitação das unidades hospitalares para garantir a maior eficácia na notificação para efetivar as doações”, disse.

Ao todo, segundo a coordenadora, o estado tem 1,9 mil pacientes renais no estado em tratamento de hemodiálise.

Eles, ainda de acordo com Molina, serão os beneficiados com a reativação do programa de transplantes no estado.

“Uma média de 50% desses pacientes tem indicação para transplante. O que não quer dizer que eles vão ser submetidos ao procedimento. Desses 800 com indicação, todos vão passar por avaliação e saber se, de fato, estão aptos”, concluiu.