Com gol decisivo, Arrascaeta se livra de vaias no primeiro título pelo Flamengo

Fonte: GloboEsporte

O Flamengo entrou em campo no domingo, no Maracanã, com um time formado por reservas para enfrentar o Vasco na decisão da Taça Rio. Entre eles Arrascaeta, que, embora seja a maior contratação da história do clube, ainda não conseguiu espaço entre os titulares depois de 12 jogos disputados. Nesta final, no entanto, fez o que dele se espera: foi decisivo.

Não era por falta de garra, mas o uruguaio não fazia uma grande exibição contra o Vasco. Tinha dificuldade de dar sequência nos lances, apesar de alguns lampejos em que mostrava grande visão de jogo. No segundo tempo, melhorou um pouco. Buscou mais a bola para ser o principal organizador das jogadas. Mas alguns erros parecem ter minado a paciência de parte dos torcedores com Arrascaeta, e em duas oportunidades foi possível ouvir vaias quando ele encostou na bola.

Aos 38 minutos da segunda etapa, o camisa 14 teve uma boa chance. A bola sobrou para ele dentro da área, mas o chute de perna esquerda foi para fora. Tudo se encaminhava para ser um domingo para ser esquecido por ele, até que sua estrela voltou a brilhar em um momento decisivo. Aos 48, Bill cruzou da direita, e Arrascaeta surgiu no meio dos zagueiros para mandar uma cabeçada forte e certeira no gol vascaíno.

– É uma sensação de dever cumprido vencer essa taça depois de voltar da seleção. Ganhar fazendo um gol, sem dúvida que é um dia incrível. É meu primeiro título pelo Flamengo, e ainda fazendo gol é muito gratificante – disse o meia.
Arrascaeta levou a disputa do título para os pênaltis e converteu sua cobrança. Resultado: 3 a 1 para o Flamengo e conquista da Taça Rio. Não é novidade na trajetória do uruguaio aparecer em momentos decisivos.
Na conquista do título mineiro do ano passado, pelo Cruzeiro, ele fez gol nos dois jogos da final, contra o Atlético-MG. Na decisão da Copa do Brasil, depois de uma viagem 18 mil quilômetros, ele entrou em campo no segundo tempo e marcou o gol do título sobre o Corinthians após a vitória por 2 a 1, em São Paulo.

Contra o Flamengo ele já aprontou também. Nas oitavas de final da Libertadores 2018, fez um dos gols da vitória cruzeirense no Maracanã. No ano anterior, havia feito o gol de empate no primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil, também no Maracanã.
O objetivo de Arrascaeta segue sendo ganhar uma vaga no time titular, o que atua nos principais jogos, como o duelo com o Peñarol, na próxima quarta-feira, no Maracanã, pela Libertadores. O Rubro-Negro é o líder do Grupo D com seis pontos e 100% de aproveitamento.