FÁVARO PEDE CASSAÇÃO DE SENADORA ELEITA POR PRÁTICA DE “CAIXA 2” EM MT

O agropecuarista Carlos Fávaro (PSD-MT), que ficou em terceiro lugar na disputa pelo Senado em Mato Grosso, pedirá à Justiça Eleitoral a impugnação do registro da candidatura de Selma Arruda (PSL-MT). Ex-juíza e conhecida como o “Moro” do estado, por ter mandado prender empresários e políticos, ela está sendo acusada de uso de caixa dois na campanha.

As supostas irregularidades foram documentadas em ação de cobrança ajuizada por Junior Brasa, que afirma ter prestado serviço de marketing à candidata. Ele anexou cheques e pagamentos feitos no período de pré-campanha, o que pode configurar gastos de de forma irregular. “Ela estava me devendo mais de R$ 1,5 milhão. Fiquei 25 dias negociando e cheguei a reduzir a dívida para R$ 360 mil”, diz ele.

Questionada pela coluna, Selma disse: “É a mesma coisa que vocês [jornalistas] acusaram o Bolsonaro, né? Pode colocar o que você quiser porque eu não vou nem ler”

Fonte: folhamax