Fiscais apreendem mais de 400 kg de pescado irregular no norte de MT

Segundo a Sema, os motivos foram a falta de declaração de estoque e também declaração de estoque incompatível com a quantidade de peixe encontrada.

Fonte:Laércio Romão, TV Centro América

Mais de 400 kg de peixes foram apreendidos nesse final de semana em três fiscalizações no norte de Mato Grosso. A maior parte foi em Sinop, a 503 km de Cuiabá, e o restante em Itaúba, a 599 km da capital.

Segundo a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), os motivos foram a falta de declaração de estoque e também declaração de estoque incompatível com a quantidade de peixe encontrada.

Foram três apreensões: a primeira ocorreu em um comércio flutuante, às margens do Rio Teles Pires, em Sinop, na tarde de sexta-feira (19).

No local foram apreendidos 53 kg de matrinchã e trairão. O estabelecimento foi multado em R$ 6 mil e o material foi doado para um lar de idosos de Sinop.

O segundo caso foi em Itaúba, também na sexta-feira. Mais de 30 kg de trairão, jaú e curvina estavam em um estabelecimento comercial, que foi multado em R$ 5 mil.

Já a terceira e maior apreensão correu em um estabelecimento comercial de Sinop, no sábado (20). No local haviam 321 kg de curvina, jurupoca, piavaçu e bicuda.

Além de multa no valor de R$ 11 mil, uma pessoa também foi presa nesse último caso, porque no local havia ainda um animal silvestre abatido, uma paca.

Os peixes foram doados para cinco instituições filantrópicas de Sinop.

A piracema – período de reprodução dos peixes – começou no dia 1º de outubro e a pesca nos rios estaduais de Mato Grosso fica proibida até o dia 31 de janeiro de 2019.