Jiló, tarado de assentamento, é preso em Leverger

O tarado pegou a criança no momento em que ela brincava de bicicleta no Assentamento Pontal da Glória. A mãe ao sair a rua à procura da filha, que demorava para voltar para casa acabou encontrando o homem abraçado com a menina que chorava e gritava.

A Polícia Militar prende Luiz Nascimento de Azevedo, o Jiló, 53 anos, na cidade de Santo Antônio do Leverger. Ele estava foragido e é acusado de ter violentado uma menina de apenas 5 anos. A mãe da criança chegou a ver o ato do marginal, que havia fugido em seguida.

O tarado pegou a criança no momento em que ela brincava de bicicleta no Assentamento Pontal da Glória. A mãe ao sair a rua à procura da filha, que demorava para voltar para casa acabou encontrando o homem abraçado com a menina que chorava e gritava. Ambos estavam deitados no chão em frente a uma igreja. Jiló alegou que estava tentando acalmar a menina que estava com medo dos gados.

Em casa, a vítima afirmou para a mãe que o “Jiló é do mal” e que ele havia colocado o dedo em suas partes íntimas relatando que sentia muita dor. A mãe verificou e notou vermelhidão na vagina da criança. A mulher tentou tirar satisfação com o homem e foi ameaçada. De acordo com ela, o suspeito disse que pegaria uma espingarda para matá-la caso o denunciasse.

Fonte: 24horas News