Mauro se reúne com Taques e pede que seja mantida cobrança do Fethab 2

O governador Pedro Taques (PSDB) recebeu, há pouco, no Paiaguás, o governador eleito Mauro Mendes (DEM). Foi o primeiro encontro entre os dois após as eleições para iniciar a transição. Mauro pediu a Taques que reedite o decreto para manter o Fethab 2 – Fundo de Transporte e Habitação Popular- que vence em dezembro e é cobrado das atividades do agronegócio e representa R$ 450 milhões mensais. Taques não posicionou Mauro se vai renovar. Em campanha, o atual governador havia firmado compromisso com o setor produtivo que não renovaria a cobrança. Uma fonte de Só Notícias informou que a tendência é Taques deixar para a gestão de Mauro definir sobre a manutenção da cobrança do imposto e evitar mais desgastes em seu final de gestão.

Mauro também pediu a Pedro Taques que possam ser feitos ajustes na Lei Orçamentária Anual (LOA) do ano que vem, enviada recentemente para a Assembleia. De acordo com o Mídia News, o governador eleito quer definir, na LOA, algumas prioridades. Taques atendeu a solicitação.

Mauro explicou, após o encontro, que a manutenção do Fethab 2 “será extremamente relevante para o equilíbrio das contas do Estado no próximo ano. Hoje o que o Estado arrecada não é suficiente para fazer frentes às despesas mensais. Então, a não inclusão dessa receita irá trazer consequências gravíssimas para o equilíbrio fiscal no próximo ano”.

O governador eleito avaliou que o encontro foi “absolutamente tranquilo. Foi profissional. O debate eleitoral faz parte da democracia. A minha conversa com o governador foi amistosa, afável, em um tom cordial e republicano. Ele desejou que eu pudesse fazer muito daquilo que debatemos e nos comprometemos e nos levou a nossa vitória. E é esse nosso grande desafio”, disse.

Só Notícias (fotos: assessoria)