Número de bovinos abatidos em frigoríficos de Mato Grosso cresce 8,9%

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária avaliou que, no último ano foram enviados para a linha de abate 5,41 milhões de bovinos no Estado, montante 8,99% maior ao registrado em 2017. “O acréscimo no volume de animais abatidos é justificado em parte pela atual fase do ciclo pecuário, que chega próximo ao seu pico no descarte de fêmeas, com participação de 44,03% no abate total, maior valor desde de 2014. Além disso, destaca-se a diminuição na idade de abate dos bovinos mato-grossenses, os animais com menos de 24 meses atingiram uma participação de 17,35% no total abatido, o maior valor da história. Desta forma, evidencia-se a expansão produtiva da pecuária mato-grossense em 2018, no entanto, os números demonstram que a atividade continua a buscar melhores índices de produtividade”, analisam os técnicos, com base nos dados divulgados pelo INDEA.

Neste início de ano, o boi gordo e a vaca gorda registraram valorização. Na semana passada, por exemplo, estavam cotados em média a R$ 136,11/@ e 127,80/@, respectivamente.

Com a dificuldade em encontrar pecuaristas realizando vendas, os frigoríficos observaram a escala de abate decair 2,04 dias, estabelecendo-se em 5,91 dias.

Fonte: Só Notícias