Peixoto de Azevedo volta gerar mais empregos com carteiras assinadas

Fonte:Só Notícias/Cleber Romero (foto: assessoria/arquivo)

O município de Peixoto de Azevedo (195 quilômetros de Sinop) voltou a ter saldo positivo na geração de empregos, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), de julho. Juntas as empresas e indústrias de diversos segmentos comerciais geram 20 novas vagas, resultado de 127 funcionários contratados a mais e 107 dispensados. Em junho foi negativo com 18 demitidos a mais.

Só Notícias constatou quem em julho, o setor de extrativismo mineral foi que mais gerou empregos, 29 a mais, resultado de 41 contratados e 12 demitidos. A construção civil contratou 3 trabalhadores a mais.

O setor de serviços fechou 4 vagas – 14 pessoas demitidas e 10 contratadas. Já o comércio e agropecuária fecharam 3 cada. Juntas a indústria de transformação, serviço industrial de utilidade pública encerram duas vagas.

Com esse resultado, as empresas e indústrias de Peixoto de Azevedo geraram mais empregos de janeiro até junho – 119 funcionários contratados a mais. Em 12 meses, foram criadas 91 vagas.

Conforme Só Notícias já informou, Nova Mutum voltou a ter saldo negativo na geração de empregos ao encerrar 11 vagas a mais, no mês passado. Já Lucas do Rio Verde gerou pelo terceiro mês consecutivo mais vagas de empregos. Foram 220 novas contratações.

Sorriso gerou no mês passado, 174 vagas de empregos com carteiras assinadas. Sinop também teve novo saldo positivo ao gerar 302 vagas formais a mais de empregos.

Cuiabá voltou a ter saldo negativo no setor de empregos.Foram fechadas 67 vagas a mais, resultado de 6.851 demissões e 6.784 contratações. Em todo o Estado, mês passado, as empresas e indústrias de todos os segmentos comerciais geraram 4.169 vagas a mais.