Projeto de Ressocialização é lançado em Peixoto de Azevedo

Autor: SECOM

Foi realizada a solenidade de oficialização do convênio entre a Prefeitura de Peixoto de Azevedo e a Unidade Prisional para o desenvolvimento de projeto de ressocialização de reeducandos através da prestação de serviços na Fábrica de Artefatos de Cimento.
Participaram do evento e da visitação a repartição pública o Juiz de Direito Dr. Evandro Rodrigues, Promotor de Justiça Marcelo Mantovani, Vereadores, Secretários Municipais, Diretoria da Cadeira Pública e membros do Conselho Comunitário de Segurança Pública.
Inicialmente seis reclusos devidamente avaliados e selecionados pela Comissão Laboral e que atenderam rigorosamente os preceitos da legislação de execução penal e preencheram os quesitos de perfil, aptidão e conduta, atuam na mão-de-obra para confecção de tijolos, lajotas, blocos, bloquetes e tubos de concreto.
Parte do pagamento dos reeducandos é feita em cestas básicas para o sustento de suas famílias que estão do lado de fora da prisão e outra para as vítimas dos crimes e também para a APAE e Lar dos Idosos
A iniciativa social garantirá a utilização de mão-de-obra de reeducandos a preços mais acessíveis na execução de serviços de urbanização e manutenção de todo patrimônio público. Trata-se de uma forma de humanização do cumprimento da sentença, pois recebem remissão de um dia de pena a cada três trabalhados.
O projeto é feito com extrema responsabilidade, pois todos os reclusos serão acompanhados e seguirão critérios, condutas e normas estabelecidas no processo de execução penal, conselho da comunidade e o CONSEG.