Socorristas voltam à região onde pilotos foram resgatados e entregam recompensa a morador que indicou local de queda do avião em MT

Fonte: G1 MT

Membros da equipe que socorreu o piloto John Venera e o copiloto Marcelo Balestrim depois da queda de uma aeronave, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, no último dia 30, voltaram nesse domingo (9) à região onde as vítimas foram resgatadas quatro dias depois e entregaram a um morador da Comunidade Monjolinho uma recompensa prometida a quem encontrasse as vítimas.

De acordo com o policial federal Edson Ribeiro, que participou do resgate junto com agentes da Força Aérea Brasileira (FAB) e do Centro Integrado de Opeações Aéreas (Ciopaer), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), o local em que a aeronave caiu é de difícil acesso e se trata de um trecho de área de preservação ambiental, onde é quase impossível a locomoção por humanos.

A equipe se surpreendeu ao avistar pegadas de onça sobrepostas às marcas deixadas pela aeronave ao cair no chão.

Isso fez com que a equipe chegasse à conclusão de que é frequente a presença desses animais no local em que os pilotos ficaram aguardando o resgate.
A equipe também identificou que próximo ao local onde o avião caiu, o terreno é úmido e que havia nascentes ao redor, cerca de 15 metros de onde piloto e copiloto estavam. No entanto, feridos, eles não conseguiram chegar até a água limpa.

John e Marcelo continuam internados em um hospital particular de Cuiabá, sem previsão de alta.

De acordo com a família de Marcelo, ele já saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e está se recuperando no quarto.