Tremores de terra em Mato Grosso são registrados por observatório sismológico

Fonte: G1, MT

O Observatório Sismológicos (Obsis) da Universidade Nacional de Brasília (UnB) registrou dois tremores de terra nos últimos dias em Mato Grosso. O primeiro deles aconteceu na cidade de Juara e o outro em Pedra Preta (696 e 242 quilômetros de Cuiabá). Nos dois casos, a magnitude dos abalos não foi significativa para causar danos.

O tremor de terra em Juara foi registrado pelo observatório no dia 18 deste mês, entre 05 e 06 horas da manhã. A magnitude do abalo foi de 2.2 na escala Richter (que vai de 0 a 10). O segundo foi registrado na quinta-feira (20), em Pedra Preta e apontou 2.1 na escala Richter.

Mato Grosso tem diversos registros de tremores, mas eles são sempre de níveis baixos e dificilmente sentidos pela população. Como são considerados eventos muito pequenos na escala Richter, são praticamente imperceptíveis para os moradores.

Em dezembro do ano passado, o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UNB) apontou que o tremor de terra sentido por moradores de Cuiabá, foi de 3.2 graus na escala Richter. Posteriormente, houve um abalo secundário, só que mais fraco que o primeiro. Na ocasião, diversas pessoas relataram o susto com a situação.

A Serra do Trombador, que fica em Mato Grosso, foi o local em que houve o maior tremor de terra do país, em janeiro de 1955, quando foi detectado um terremoto de 6,6 graus na escala Richter. O abalo ocorreu em região muito pouco habitada, o que não ocasionou mortes e nem danos materiais.