Universitária que ostenta vida de luxo é suspeita de comandar quadrilha especializada em roubo de celulares em MT

Fonte: G1 MT

Uma universitária de 23 anos foi presa na manhã desta quarta-feira (26), em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, suspeita de ser uma das líderes de uma quadrilha especializada em roubo de celulares em Mato Grosso.

Tainã Soares Pinório Cabriot foi presa durante a Operação Smart, desencadeada pela Polícia Civil.

Na casa dela, considerada pela polícia de alto padrão socioeconômico, foram apreendidos cerca de 70 aparelhos celulares, caderno de contabilidade, máquina de cartões e diversas notas promissórias assinadas pelos respectivos receptadores.

Segundo a delegada titular da Derf-VG, Elaine Fernandes da Silva, a universitária usava as noções do curso de administração para gerenciar a estrutura financeira da associação criminosa, mantendo uma rede de receptadores, organizada em pastas arquivos, em ordem alfabética.

“A líder ostenta alto padrão socioeconômico, inclusive está construindo uma mansão em um condomínio de luxo na capital”, disse a delegada.

As investigações iniciaram em maio deste ano, após o furto de aparelhos celulares em uma loja de departamentos, em Várzea Grande. O crime ocorreu no dia 4 de maio, ocasião em que os criminosos escalaram o telhado da empresa, invadiram a loja e subtraíram diversos aparelhos avaliados em R$ 70 mil.

Durante as investigações, a equipe da Derf-VG descobriu a atuação do grupo criminoso, o qual atua alinhado com o mercado receptador, que encomenda a carga aos executores dos roubos e furtos. As cargas de aparelhos celulares, geralmente, são furtadas/roubadas em proximidades de datas comemorativas, nas quais os produtos de origem criminosa, são inseridos no mercado consumidor.