Vendas da soja de Mato Grosso para China não cresceram no semestre

Fonte: Só Notícias (infográfico: Imea)

As importações chinesas foram divulgadas pela Administração Geral das Alfândegas da Chi-na (GAAC) e o volume de soja importado pelo país, em junho, totalizou 6,51 milhões de toneladas. No primeiro semestre as importações ficaram 14,70% menores que as do mesmo período do ano passado, impactadas pela Febre Suína Africana (FSA).

“Entretanto, embora as compras de soja tenham diminuído, as exportações de soja mato-grossense para a China recuaram apenas 0,53% no primeiro semestre, ante o mesmo período de 2018. Esta pequena variação é justificada pelo grande volume embarcado em fevereiro deste ano, que compensou os meses que apresentaram queda”, analisa o IMEA – Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária.

“Porém é importante notar que os meses de maio e junho mostraram forte recuo nos envios para a China ante 2018. Sem sinais de controle da doença, a tendência é que as exportações de soja mato-grossense para China fiquem em 2019 abaixo do observado ano passado”, conclui, no boletim semanal, divulgado esta tarde.